27 de maio de 2016

Rede Municipal Em Greve: Calendário de greve aprovado em Assembleia - A GREVE CONTINUA!

REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ITABORAÍ - EM GREVE
A ASSEMBLEIA É SOBERANA!
A GREVE CONTINUA, HELIL A CULPA É SUA!
Em Assembleia na Associação da Maior Idade, nesta quarta-feira, a categoria reunida decidiu pela continuidade da greve e aprovou um importante calendário de luta para próxima semana.
No dia seis de junho, uma segunda-feira, às 9 horas, na Prefeitura de Itaboraí temos uma Audiência com o governo na qual o mesmo irá apresentar suas propostas para os Profissionais da Educação.
Esperamos todas as nossas pautas sejam atendidas por esse governo que vem implementando uma política de precarização do trabalho escolar e sucateamento do escola pública.
Estamos certos que apenas através da nossa mobilização vamos conquistar o nosso direito!
Nossa greve é legítima!
Vamos à luta!
O SEPE SOMOS NÓS. NOSSA FORÇA, NOSSA VOZ!




25 de maio de 2016

Rede Municipal Em Greve: Informes da reunião com o Secretário de Fazenda

REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ITABORAÍ - EM GREVE
INFORMES DA REUNIÃO COM O SECRETÁRIO DE FAZENDA DE ITABORAÍ
Na tarde do dia 24/05, às 15 horas, o SEPE Itaboraí e o Secretário de Fazenda do Município, Sr. Rodney Mendonça, se reuniram para tratar sobre as demandas acumuladas na pauta de reivindicações propostas pelos Profissionais de Educação deste município que estão em greve.
Com a palavra, o Secretário admite e atesta a veracidade dos dados e estudos realizados pelo SEPE Itaboraí e o DIEESE, a respeito da possibilidade de margem limite para o reajuste e sobre as perdas salariais acumuladas.
Feito isso, o Sindicato reafirmou o descumprimento da lei complementar nº 135, na data base de 2015 e 2016, bem como a pior fase salarial de toda a história, situação também admitida e reconhecida por parte dos representantes do governo municipal.
Frente a essas afirmativas, o Secretário Municipal de Fazenda de Itaboraí se comprometeu a encaminhar as soluções e respostas dos pontos abaixo descritos para a Audiência com o governo, agendada para o dia 06/06/2016 - às 9 horas:
- A volta do pagamento de todos os Profissionais de Educação, ainda dentro do mês corrente.
- A publicação do calendário anual de 2016 com os dias de pagamentos;
- O percentual de recomposição salarial, ainda dependendo de novos estudos de impacto total e simulações ainda desenvolvidos, com sua apresentação também para o dia 06/06/2016;
- O compromisso de entrega dos dados das receitas e despesas de todas as fontes do governo municipal para o SEPE Itaboraí, para que sejam realizados estudos mais aprimorados.
-------------------------------
A GREVE CONTINUA!


Rede Municipal Em Greve: Concurso Público - Vitória da Greve!

REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ITABORAÍ - EM GREVE
O governo municipal só recebeu a categoria após a deflagração da greve. Antes disso, não havia nenhum indicativo de audiência com os Profissionais da Educação. Fato que demonstra uma grande vitória do movimento grevista.
Sempre colocamos o Concurso Público como necessidade da Rede Municipal e critério básico para um quadro Profissional valorização e com estabilidade funcional.
Discutir Educação de Pública de qualidade com uma política de contratos e terceirizações, no mínimo, beira a falácia!
Sempre lutamos contra a política de precarização (contratos e terceirizações) do trabalho escolar.
Nessa primeira audiência com o governo ficou a previsão de Concurso Público ainda este ano.
O que não ficou definido pelo governo foi as funções que seriam contempladas e o cronograma para divulgação do edital.
Na próxima audiência no dia 06/06 vamos defender Concurso Público para todas as funções e o cronograma de elaboração da seleção.
SÓ FOI ENTRAR NA GREVE QUE O GOVERNO INDICOU O CONCURSO PÚBLICO PARA O ANO DE 2016
Ainda falta muito! Vamos à luta!
A GREVE CONTINUA, HELIL A CULPA É SUA!
O SEPE SOMOS NÓS. NOSSA FORÇA, NOSSA VOZ!


22 de maio de 2016

Rede Municipal Em Greve: Reunião com o Secretário de Fazenda para discutir o reajuste salarial de 2016!

REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ITABORAÍ - EM GREVE
ATENÇÃO!
O SEPE ITABORAÍ CONVOCA TODOS OS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO
Nesta terça-feira (24/05), a partir das 14h30min, vamos realizar a Vigília da Audiência com o Secretário de Fazenda.
A reunião começa às 15 horas na Secretaria de Fazenda de Itaboraí (Rua Dr. Fidélis Alves nº 101 – Centro – Itaboraí – Rua ao lado da Câmara Municipal).
PAUTA DA REUNIÃO: ANÁLISE DOS ESTUDOS DO DIEESE E O REAJUSTE DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO PARA O ANO DE 2016.
Essa reunião é uma conquista da nossa greve!
Antes da greve o governo nem recebia a categoria, agora abrimos as negociações para o reajuste salarial de 2016.
Em 2015 já ficamos sem reajuste e não vamos aceitar mais um ano de desvalorização salarial.
15% DE REAJUSTE JÁ!
Só na greve vamos conquistar nossa valorização!
TODOS NA VIGÍLIA DA REUNIÃO!
A GREVE CONTINUA!
O SEPE SOMOS NÓS. NOSSA FORÇA, NOSSA VOZ!


Rede Municipal Em Greve: 15% DE REAJUSTE JÁ!

REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ITABORAÍ - EM GREVE!
Vamos à luta!
Terça-feira (24/05), a partir das 14h30min, temos uma reunião importante com o Secretário de Fazenda de Itaboraí.
Vamos discutir o estudo do DIEESE (que fala da possibilidade de reajuste) e o reajuste dos Profissionais da Educação para o ano de 2016.
A reunião está marcada para começar às 15 horas, mas a partir das 14h30min vamos nos concentrar numa VIGÍLIA em frente à Secretaria de Fazenda de Itaboraí (Rua Dr. Fidélis Alves nº 101 – Centro – Itaboraí – Rua ao lado da Câmara Municipal).
VAMOS FORTALECER A NOSSA GREVE!
Essa reunião é uma conquista do movimento grevista, não podemos esquecer que antes da deflagração da greve o governo nem recebia os Profissionais da Educação!
A GREVE CONTINUA!
O SEPE SOMOS NÓS. NOSSA FORÇA, NOSSA VOZ!


21 de maio de 2016

Rede Municipal Em Greve: Informes da audiência com o Governo no dia 19/05

REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ITABORAÍ 
ATENÇÃO!

Com a presença da categoria e da Direção Colegiada do Sepe Itaboraí a audiência iniciou-se com a apresentação da pauta reivindicatória dos Profissionais da Rede Municipal de Educação:

- Reajuste já - contra o descumprimento da lei complementar nº 135;
- Calendário unificado de pagamento de todos os servidores da Educação;
-Pagamento em dia dos salários dos terceirizados;
- Pagamento imediato do 1/3 de férias dos profissionais da educação que ainda não receberam;
- Aprovação do PCCS e encaminhamento a Câmara dos Vereadores;
- Aplicação imediata do 1/3 de atividades extra classe conforme
deliberado no seminário realizado com o objetivo de discutir a
implementação da lei do 1/3;
- Concurso público para todas as funções em carência na rede, pelo fim das terceirizações e contratos
- Eleição direta para diretores de escola;

Quanto as audiências do governo com o SEPE, Helil afirmou que durante o seu mandato foram feitas três audiências. O SEPE respondeu que considera muito pouco para um governo que se diz aberto a negociar com a categoria. Além disso, frisamos que tais audiências aconteceram não pela boa vontade do Prefeito, mas em função da pressão da categoria organizada em atos exigindo audiência.

A própria audiência do dia 19/05 só foi conquistada depois da ocupação da Prefeitura realizada no dia 18/05.

Destarte, sob os auspícios da Lei complementar nº135, a Secretária de Educação Susilaine Duarte afirmou que ano passado a Prefeitura não concedeu nenhum reajuste, mas que este ano ainda não terminou o prazo para ser realizado.

O Secretário da Fazenda disse que gostaria dos estudos do DIEESE para avaliar a possibilidade de reajuste, que ele considera inviável, e marcou uma reunião com o SEPE no dia 24 de maio, as 15h na Secretaria de Fazenda.

Helil disse que o Concurso Público está previsto ainda para este ano. Não informou, no entanto, quais funções seriam contempladas, quantas vagas oferecidas nem os prazos para a efetivação do Concurso. O SEPE afirmou a necessidade de incluir todos aqueles que trabalham na escola como Profissionais da Educação, inclusive os Profissionais terceirizados. Helil retrucou dizendo que não será possível mexer neste ponto pois inviabilizaria o Concurso para esse ano.

Sobre a Eleição Direta para Diretores de Escolas Helil disse que encaminhou à Câmara de Vereadores a mensagem estabelecendo a eleição e que esta a rejeitou. O SEPE dará entrada em requerimento administrativo solicitando o projeto original da mensagem enviada pelo Prefeito.

Helil apresentou um prazo de 15 dias para avaliar as propostas do Sindicato em função da quantidade e complexidade das nossas pautas para estudar os impactos orçamentários relativos a estas, propondo uma próxima audiência no dia 6 de junho, a partir das 9h da manhã, no salão nobre da prefeitura.

O SEPE cobrou respostas na própria audiência do dia 19, visto que a pauta já havia sido enviada para a Prefeitura e SEMEC, por ofício, desde março. Diante da falta de respostas, que a audiência acontecesse em dez dias, juntamente com a audiência dos profissionais da saúde, e não em 15 dias. A proposta foi negada com a reafirmação dos motivos acima relatados e mantida a data de 6 de junho.

CALENDÁRIO DE NEGOCIAÇÕES

24/05 - 15 horas: reunião da Secretaria de Fazenda para apresentar os estudos do DIEESE e discutir a possibilidade e o percentual do reajuste para os Profissionais da Educação;

06/06 - Audiência Pública na qual o governo irá apresentar suas possíveis propostas para a categoria.
--------------------------------

Diante dos avanços conquistados na greve, avaliamos a necessidade de fortalecer a nossa luta. Só assim conseguiremos avanços positivos na nossa vida funcional e na escola pública.

VAMOS À LUTA

O SEPE SOMOS NÓS. NOSSA FORÇA, NOSSA VOZ!

A GREVE CONTINUA!



AddThis Smart Layers