13 de setembro de 2018

VITÓRIA DA CATEGORIA

O Ministério público deu um parecer favorável à mobilização dos profissionais da educação de Itaboraí, determinando que a Secretaria de Educação não realizasse os descontos das paralisações da categoria no ano de 2017. Apesar de ser uma decisão posterior ao movimento consideramos uma vitória importante, demonstrando a legalidade do nosso movimento.
SEPE - Itaboraí

11 de setembro de 2018

Rede Estadual: GREVE DE 24h no dia 19/09


Profissionais da Rede Estadual de Educação, ATENÇÃO:
Conforme deliberado em assembleia, no dia 19 de setembro ocorrerá paralisação de 24h (quarta-feira).
Segue abaixo o informativo com as orientações.

Quantitativo de funcionários contratados

Profissionais da Rede Municipal de Educação, ATENÇÃO

Solicitamos informações sobre o quantitativo de funcionários contratados de cada uma das escolas que compõem a rede municipal de educação com o objetivo de realizarmos um levantamento que demonstre a extrema necessidade de realizar um concurso público.

21 de agosto de 2018

REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ITABORAÍ ORIENTAÇÕES SOBRE OS SÁBADOS LETIVOS



Levando em consideração o excessivo número de sábados letivos deste ano de 2018, exigidos pela SEMEC de forma autoritária, o SEPE-Itaboraí tem o seguinte entendimento: 

 Como já foi exposto anteriormente em um parecer do setor jurídico deste sindicato, colocamos-nos veementemente contra o cumprimento de dias letivos que excedem a carga horária semanal do profissional. Entendemos assim, que os chamados sábados letivos não podem ser obrigatórios para os profissionais que já cumpriram sua carga horária semanal. Temos a compreensão de que o ano letivo de 800 horas, distribuídas em no mínimo 200 dias precisa ser respeitado, desde que, não haja desrespeito à jornada de trabalho dos educadores. Quando os trabalhadores da educação já cumprem sua carga horária semanal, os sábados letivos compulsórios configuram-se como extrema arbitrariedade por parte da secretaria de educação, já que, acarreta um ônus a mais para os educadores, pois não há o pagamento de horas extraordinárias trabalhadas, passagem, além da perda de um dia de descanso.

 Diante dos crescentes ataques aos trabalhadores da educação e aos cotidianos problemas, acarretados pelo descaso dos sucessivos governos, nas unidades escolares, a posição do SEPE-Itaboraí continua sendo contrária ao cumprimento compulsório dos sábados letivos caso os profissionais já tenham efetivado a jornada semanal de trabalho. No entanto, temos de tomar consciência de que, na atual conjuntura - seja nas esferas municipal, estadual e nacional –, o não cumprimento dos sábados letivos é uma decisão política e como tal vem acompanhada de possíveis retaliações, como os já correntes descontos. Por isso, é importantíssimo salientar que precisamos de uma maior mobilização de toda a categoria, para que assim possamos ganhar robustez e combater o desrespeito aos nossos direitos. Infelizmente, as últimas assembleias e atividades realizadas contaram com um quórum bem baixo, isso nos enfraquece e faz com que o governo intensifique os ataques à nossa categoria. Sendo assim, a questão dos sábados letivos compulsórios, entre outras questões da rede municipal de Itaboraí, precisa ser combatido politicamente pela categoria, já que, juridicamente os resultados não vêm sendo favoráveis a nós, profissionais da educação.


Saudações Sindicais
SEPE-Itaboraí

O SEPE SOMOS NÓS, NOSSA FORÇA, NOSSA VOZ!


AddThis Smart Layers